Colecionadora doa obras de artistas brasileiros para MoMA, em NY

Obras de 11 artistas brasileiros, entre eles Cildo Meireles, Jac Leirner, Leonilson e Waltercio Caldas, acabam de ser doadas ao MoMA, em Nova York, ao Reina Sofía, em Madri, e a outras instituições.
De acordo com o site RIC Mais, os trabalhos pertenciam à coleção de Patricia Phelps de Cisneros, um dos maiores acervos de arte latino-americana do planeta, e fazem parte de um grupo de 200 peças distribuídas a seis museus.
No caso dos artistas brasileiros, o MoMA, que em fevereiro vai abrir uma grande retrospectiva da modernista Tarsila do Amaral, vai ficar com a maior parte desses trabalhos.
Além de Meireles, Leirner, Leonilson e Caldas, o museu de Manhattan vai receber peças de Leda Catunda, Maria Laet, Ivens Machado, Cinthia Marcelle, Thiago Rocha Pitta, Rosângela Rennó e José Resende -o grupo representa uma série de gerações e movimentos da arte do país.
Marcelle, por exemplo, vem chamando cada vez mais a atenção no circuito global. Ela ocupou sozinha o pavilhão brasileiro na última Bienal de Veneza, vencendo uma menção honrosa, e fez uma mostra individual no PS1, o anexo do MoMA no Queens.
Leonilson, mesmo consagrado no Brasil como um dos maiores artistas do século passado, também vem despertando interesse nos Estados Unidos. No ano passado, ele teve sua primeira mostra individual no país, na Americas Society, em Nova York.
O Reina Sofía, em Madri, outro museu que vem dando atenção especial ao modernismo e outros movimentos da arte brasileira, ficará com outros trabalhos de Jac Leirner e Waltercio Caldas, dois dos maiores nomes do país. (Fonte: Folhapress)
Fonte: Redação – Brazilian Times

FN