Turquia demite 107 juízes e promotores por suposta ligação com tentativa de golpe, diz mídia

No sábado, a Turquia expulsou mais de 3.900 pessoas do serviço público e das forças armadas consideradas como ameaças para a segurança nacional, após o referendo de abril, que grupos de direitos humanos e alguns aliados do Ocidente disseram que deixou o país, membro da Otan e candidato à União Europeia, mais próximo de uma ditadura.

Fonte: G1

Comentários Facebook

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *