Sem criação da Palestina, Israel viverá apartheid, diz rabino progressista no Brasil

Image caption Para Nilton Bonder, da Congregação Judaica do Brasil, postergar resolução do conflito criará ‘situação insustentável’ para Estado judeu A última erupção do conflito em Gaza, com a morte de dezenas de palestinos que protestavam contra a transferência da embaixada americana para Jerusalém, sinaliza a recusa das autoridades dos dois lados em resolver um impasse que se arrasta há décadas, diz à BBC Brasil o rabino Nilton Bonder, da Congregação Judaica do Brasil.

Conforme a solução é postergada, Bonder afirma que crescem as chances de que a criação de um Estado palestino se torne inviável e de que palestinos passem a viver num regime de apartheid dentro de Israel – o que colocaria em xeque a existência do Estado judeu.
“A paz é importante para a sobreviência de Israel a longo prazo”, diz o rabino, famoso por sua posição mais progressista.

Oito perguntas para entender o conflito entre israelenses e palestinosQuem são os ativistas que tentam proibir a exportação de quase R$1 bi em gado vivo do BrasilFormado em Engenharia e Literatura Hebraica pela Universidade Columbia, nos EUA, Bonder ordenou-se rabino em Nova York, em 1986.

Fonte: BBC

FN