‘Reage, Rio!’: ‘Cuidados básicos de saúde resolvem 90% dos problemas’, diz médico

Cláudio Lottenberg, presidente do UnitedHealth Group Brasil Foto: Julio Cesar Guimaraes / Agência O GloboO investimento em atendimento primário de saúde, com formação de mais médicos de família, é uma das principais saídas para o Estado do Rio se desvencilhar da crise. Esta é a avaliação de Cláudio Lottenberg, presidente do UnitedHealth Group Brasil, que palestrou nesta quinta-feira no “Reage, Rio!”, evento organizado pelos jornais O GLOBO e “Extra” no Museu do Amanhã, na Praça Mauá.
– Cerca de 80% ou 90% dos problemas da saúde são resolvidos com atenção primária, e não com especialistas. Na Holanda, por exemplo, os médicos não se formam em uma especialidade. Eles viram especialistas somente se houver vaga e demanda. Mas, de praxe, viram médicos de família – exemplificou ele.
Lottenberg, que já foi secretário de Saúde de São Paulo, destacou também que, para uma maior eficiência dos gastos de saúde, é preciso focar naqueles pacientes que mais precisam e que mais usam o sistema de saúde.
– Sabe-se que 4% dos pacientes são responsáveis por 48% dos custos em saúde. São os chamados “alto utilizadores”, que geralmente têm duas ou mais doenças. Precisamos criar grupos de atendimentos específicos para esses pacientes – propôs.
Ele lembrou, ainda, que uma ferramenta importante para otimizar os recursos e as verbas na área da saúde é a telemedicina – consultas médicas à distância, por vídeo.

Fonte: Extra Online

Comentários Facebook

FN