Por que o plano de infraestrutura multimilionário de Trump é tão polêmico

Direito de imagemGetty ImagesImage caption Estados, cidades e iniciativa privada bancariam a maior parte do investimento em infraestrutura O tão esperado plano de Donald Trump para modernizar a infraestrutura dos Estados Unidos é, para alguns, “uma fraude”.

O presidente dos EUA quer que o Congresso autorize a aplicação de US$ 200 bilhões em rodovias, estradas, portos e aeroportos durante uma década. E espera que os Estados e o setor privado estimulem o desenvolvimento com outros US$ 1,3 trilhões.
Aqueles que o apoiam defendem a necessidade de modernizar a infraestrutura envelhecida do país, mas os críticos dizem que o plano busca, na verdade, privatizá-la, beneficiando corporações em detrimento do meio ambiente.

Mineração de bitcoins deve consumir mais energia que todas as casas na Islândia’Uso de cocar no carnaval é troca, não discriminação’, diz liderança indígena que viralizou na webO projeto, uma promessa eleitoral de Trump, é parte de uma proposta orçamentária de US$ 4,4 trilhões que abandona o objetivo de longo prazo dos republicanos de equilibrar as contas federais no decorrer de uma década.
Ele pode pesar no bolso dos americanos, que poderiam ter de pagar impostos e pedágios mais caros – e também não tem sido fácil de viabilizar, como reconhece o próprio presidente.

Fonte: BBC

FN