Consórcio de imóveis cresce 7,3% em um ano; entenda como funciona o sistema

Aquisição: não há cobrança de juros como no financiamento Foto: Eurico DantasA aquisição de imóveis através de consórcios voltou a crescer. A modalidade de crédito avançou 7,3% em março, em comparação com mesmo mês do ano passado, de acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (ABAC). Hoje, são 850 mil participantes em todo país.
A grande vantagem da modalidade é não cobrar os altos juros de um financiamento imobiliário. Apesar da expectativa de ser contemplado com o valor da carta de crédito em pouco tempo, o prazo máximo para receber o valor e adquirir a casa própria é de 18 anos, enquanto isso o cotista terá que pagar os custos de aluguel, por exemplo.
A decisão por comprar uma cota do consórcio imobiliário deve ser analisada com cautela. De acordo com especialistas, o sistema é adequado para consumidores que buscam construir poupança de longo prazo e que não têm pressa para adquirir o imóvel:
— O consórcio tem vantagens em relação a um financiamento imobiliário, especialmente porque não há cobrança de juros. Mas é importante é que você não esteja precisando imediatamente. A desvantagem é a possibilidade de desvalorização da sua carta de crédito. Muita coisa pode acontecer neste período.

Fonte: Extra Online

FN