Como o discurso de Bolsonaro mudou ao longo de 27 anos na Câmara?

Image caption Jair Bolsonaro (PSC-RJ) discursa na tribuna da Câmara, em abril de 2016 | foto: Nilson Bastian / Câmara dos Deputados “Só vai mudar, infelizmente, quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro. E fazendo um trabalho que o regime militar não fez, matando uns 30 mil! Começando com FHC! Não deixa ele de fora não!” O trecho é de uma entrevista de Jair Bolsonaro (PSC-RJ), então deputado pelo antigo Partido Progressista Reformador (PPR). A gravação foi ao ar na TV Bandeirantes do Rio, em 1999, e viralizou na internet este ano.

Quem assiste às declarações (aos 30min59s deste vídeo) hoje pode pensar que o deputado e pré-candidato a presidente sempre foi dado a falas polêmicas, identificadas com a direita.
Mas não é bem assim: a BBC Brasil analisou 1.540 discursos de Bolsonaro no plenário da Câmara, feitos ao longo dos 27 anos de mandato do militar reformado. Embora sempre tenha se identificado com a direita, o Bolsonaro do início da carreira era muito mais preocupado com a defesa dos interesses dos militares (sua base eleitoral de então) do que em polemizar com o PT e a esquerda.

Fonte: BBC

Comentários Facebook

FN