Cidade de MG destruída pelas chuvas tem apagão e mistura de esgoto e lama

07/12/201717h00O cenário de começa ainda nas estradas da zona da mata, região mais atingida por fortes chuvas no início da semana, com inúmeros deslizamentos de terra e rios cheios.
A catástrofe, porém, chegou ao centro das cidades da região, que decretaram situação de emergência. Nesta quinta-feira (7), moradores se ocupam com a limpeza e contabilizam perdas ao longo de ruas inteiras.
Em Santo Antônio do Grama, a 200 km de Belo Horizonte, as casas de três vizinhas, Juliana Russo, 42, sua tia, Maria Amorim, 70, e Ediméia Macedo, 55, virou uma só. A inundação abriu enormes buracos nas paredes que dividem as residências e não sobrou nada, nem móveis nem roupas, documentos, fotos, panelas ou TV. “A água costuma lamber o chão”, diz Juliana, para quem enchentes não são novidade. “Mas, quando chegou no joelho, achei melhor subir para a casa de cima, que eu alugo.”
Na segunda (4), às 6h30, já estava com a mãe, a tia e o tio nessa casa mais acima vendo, do alto, a pequena cidade de 4.200 habitantes se desmantelar. A Defesa Civil contabiliza 69 pessoas que deixaram suas casas temporariamente.

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários Facebook

FN