Empresa investigada na Lava Jato se compromete a pagar multa de R$ 1,4 bilhão no Brasil, EUA e Cingapura, em acordo de leniência

A empresa atua com estaleiros no Brasil em vários outros países. Um dos representantes da multinacional no país, o engenheiro Zwi Skornicki ,já tinha feito acordo de delação premiada. Ele confirmou às autoridades brasileiras que pagou US$ 4,5 milhões ao ex-marqueteiro do Partido dos Trabalhadores, João Santana.

Fonte: G1

FN