Trump tenta aprovar reforma fiscal nos EUA, mas enfrenta novo impasse

01/12/201702h00O “presente de Natal” que o presidente Donald Trump prometeu para os americanos ainda é incerto. O Senado deve votar nesta semana a proposta pelo republicano, que promete acelerar a economia.
Críticos da medida, porém, levantam dúvidas sobre sua eficácia —e congressistas chegaram a um impasse na noite desta quinta (30).Nicholas Kamm/AFPO presidente Donald Trump, acende a árvore de Natal da Casa Branca, ao lado da mulher, MelaniaA principal medida do plano é a redução de impostos para empresas americanas —a alíquota cairá de 35% para 20%. A ideia é que isso ajude a atrair investimentos e reduza os custos dos negócios, criando mais empregos, ainda que analistas questionem a relação de causa e efeito.
“Vamos restaurar a competitividade da América; é um corte histórico”, afirmou Trump recentemente. “Todas essas empresas indo embora, uma atrás da outra —isso não vai acontecer mais.”
Nesta semana, o presidente foi a Missouri, Estado com forte atividade industrial, para discursar sobre o plano. Diante de árvores de Natal, reforçou o bordão da “América em primeiro lugar” e disse que a reforma “cuida dos trabalhadores, protege nossas comunidades e [ajuda a] reconstruir nosso país”.

Fonte: Folha de S.Paulo

FN