Situação é ‘incerta’ e ‘angustiante’, diz Marinha argentina sobre submarino

28/11/201714h21A Marinha da Argentina afirmou nesta terça-feira (28) que a situação das é de incerteza e teve de responder a críticas, mais uma vez, sobre o manejo de informações sobre o caso, após o vazamento da última comunicação enviada pela embarcação.
“A não gera as incertezas. A situação é incerta. Houve um monte de ecos, uma balsa”, afirmou o porta-voz Enrique Balbi. “São momentos críticos, angustiantes.”
A coletiva desta terça começou com duas horas de atraso, o que gerou expectativas por parte da imprensa de que fosse haver algum anúncio relevante sobre as operações.
Também causou expectativa o envio de ambulâncias à Base Naval de Mar de Plata, onde os familiares foram informados antes da imprensa sobre o estado das buscas.
Porém, a notícia mais esperada, a de que o submarino ou partes dele tenham sido detectadas no mar, após treze dias de desaparecimento, ainda não veio.
Questionado por um jornalista sobre a detecção de um objeto a 1.080 metro de profundida, Balbi negou.
O porta-voz também teve de responder sobre o vazamento, na noite de segunda-feira (27), do que o comandante do submarino enviou antes de a embarcação sumir.

Fonte: Folha de S.Paulo

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *