Quatro meses após eleição, Merkel faz pré-acordo por coalizão na Alemanha

12/01/201807h05Transcorridos quase quatro meses desde as eleições, a chanceler alemã, Angela Merkel, chegou a um pré-acordo para formar uma coalizão. A informação foi divulgada pela imprensa local.
O partido de Merkel, a conservadora CDU (União Democrata-Cristã), havia se reunido noite adentro com a sigla-irmã bávara CSU e com o rival SPD (Partido Social-Democrata), de Martin Schulz.
O avanço desta sexta-feira (12), no entanto, não significa que a Alemanha terá imediatamente um novo governo. O pré-acordo ainda precisa ser aprovado na conferência do SPD em 21 de janeiro, e as siglas terão de negociar a composição do Executivo e sua plataforma eleitoral. Analistas esperam que o processo se prolongue por meses.
Há alguma pressa, já que a Alemanha é a principal economia europeia e tem servido de referência para a política do bloco econômico, que enfrenta anos de crise – o Reino Unido decidiu deixar o grupo em 2019 e diversos países, inclusive a Alemanha, têm registrado o crescimento de forças de extrema direita, críticas ao sistema.
Merkel, há 12 anos no poder, vinha governando em parceria com o SPD no que é conhecido na Alemanha como “grande coalizão”.

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários Facebook

FN