Netanyahu inicia viagem pela Europa tendo Irã como prioridade

O acordo segue em vigor, apesar de enfraquecido, porque as principais potências europeias insistem em mantê-lo. Justamente por isso Netanyahu quer convencer esse bloco econômico a deixá-lo.
“Vou discutir dois assuntos: Irã e Irãâ€, Netanyahu afirmou à imprensa no aeroporto antes de embarcar à sua primeira parada, a Alemanha.
Segundo o jornal israelense Jerusalem Post, a mensagem do premiê vai ser de que seu país não tolerará o programa nuclear iraniano ou sua . “Vou dar ênfase a esta verdade imutável: Israel não deixará que o Irã obtenha armas nuclearesâ€, afirmou.
Mas as chances de que o israelense tenha sucesso em sua empreitada diplomática são baixas. Seus interlocutores serão a chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente francês, Emmanuel Macron, e a primeira-ministra britânica, Theresa May, todos defensores do acordo nuclear.
Eles argumentam que o Irã por ora seguiu o combinado —algo dito também pela Agência Internacional de Energia Atômica, responsável pelo monitoramento.
As potências europeias afirmam ainda que o acordo é a melhor maneira de garantir que o Irã não vai investir em seu temido arsenal. Será difícil, porém, que a Europa consiga manter sozinha o tratado.

Fonte: Folha de S.Paulo

FN