Disputa entre Maia e Meirelles contamina debate econômico

13/01/201802h00A disputa entre o ministro Henrique Meirelles (Fazenda) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pelo posto de candidato governista ao Planalto contaminou o debate sobre o pela .
Nesta quinta-feira (11), horas depois do anúncio de que a nota passaria de “BB” para “BB-“, Maia e Meirelles deram novos –e fortes–contornos à briga política que travam há semanas na tentativa de se viabilizarem como o nome de centro para as eleições.
Meirelles pelo atraso na aprovação de medidas do ajuste, como a reforma da Previdência. A demora no encaminhamento da proposta e as incertezas eleitorais estão entre os fatores que pesaram na decisão da agência.
Segundo a Folha apurou, o presidente da Câmara ficou bastante irritado com o discurso do ministro, disse que a tese não era correta e, por fim, telefonou ao presidente Michel Temer, ainda na noite de quinta, acusando Meirelles de ter “errado no tom”.
Em seguida, a nota oficial da Fazenda, que inicialmente transferia a responsabilidade pela não aprovação das medidas ao Congresso, acrescentou uma única frase ao texto, apenas para fazer um afago aos parlamentares.

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários Facebook

FN