‘Compra da 99 por chineses é quebra de hegemonia da Uber’, diz diretor da Cabify

10/01/201802h00A compra da brasileira 99 pela chinesa Didi Chuxing mostra que o reinado hegemônico da Uber no mercado de aplicativos de corrida ficou para trás. A opinião é de Daniel Bedoya, 28, diretor para o Brasil da espanhola Cabify.
O preço pago pela Didi não foi revelado, mas o
A Cabify buscará ser uma terceira via na disputa entre gigantes que se avizinha.
Em entrevista no escritório da empresa, o peruano Bedoya afirma que o setor de mobilidade precisa de mais opções além das corridas baratas oferecidas pelas rivais.
Espera que a Cabify mantenha seu espaço no mercado atendendo nicho que busca garantia de maior qualidade e segurança. Quer fazer isso sem entrar em guerra de preços, como a ocorrida em 2017.
A , do mercado de táxis, em 2017. Segundo Bedoya, o segmento também vem crescendo após ser superada a aversão aos carros de praça que surgiu nos primeiros anos da Uber.

Folha – Como o sr. recebeu a notícia da compra da 99 pela Didi?
Daniel Bedoya— Já era algo esperado, levando em conta os movimentos que aconteceram o ano inteiro [a companhia chinesa liderou investimento de US$ 100 milhões na 99 em janeiro de 2017].

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários Facebook

FN