Eunício diz que ele e Maia têm "dificuldade" em aceitar modificação na meta fiscal

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou nesta terça-feira (1º) que, assim como o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem “dificuldade” para aceitar modificação na meta fiscal deste ano, como vem estudando o governo federal.— Nós temos dificuldade, tanto o presidente da Câmara quanto do Senado, de modificação na meta fiscal. Temos de encontrar mecanismos dentro da Câmara e do Senado que não sejam acréscimo de impostos e geração de inflação — afirmou em entrevista após café da manhã com Maia, com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e com os líderes da base aliada na Câmara.

Leia mais: Jucá diz defender decisão sobre meta fiscal que faça “governo funcionar” Rodrigo Maia critica alteração de meta fiscal deste ano Governo pode alterar a meta fiscal deste ano O governo estuda aumentar o déficit nas contas públicas previsto para este ano em até R$ 20 bilhões. Caso se concretize, a meta fiscal será alterada para um rombo de até R$ 159 bilhões. Atualmente, a meta de 2017 está fixada em déficit de R$ 139 bilhões.

FN

Deixe uma Opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *